Tamanho do texto

Segunda maior farmacêutica americana foi objeto de uma oferta de US$ 118 da Pfizer no mês passado

Reuters

Crestor, um dos principais produtos da AstraZeneca
Getty Images
Crestor, um dos principais produtos da AstraZeneca

A AstraZeneca fechou um acordo no valor de até US$ 232 milhões em pagamentos para adquirir da Synairgen os direitos de um medicamento para tratamento de infecções virais em pacientes com asma grave.

LEIA TAMBÉM: Ações da AstraZeneca caem após Pfizer desistir de oferta pela empresa

A segunda maior farmacêutica da Grã-Bretanha – objeto de uma oferta de  US$ 118 milhões feita pela Pfizer que falhou no mês passado – disse nesta quinta-feira (12) que pagará à Synairgen um valor inicial de US$ 7,25 milhões além de potenciais desenvolvimentos regulatórios e marcos comerciais de até US$ 225 milhões pelos direitos à droga, de codinome SNG001.

O acordo marca a continuação da estratégia da AstraZeneca de buscar acordos de licenciamento de produtos em áreas terapêuticas importantes, como medicina respiratória.

Sob a lei britânica de aquisições, a AstraZeneca pode abordar a Pfizer no final de agosto para discutir uma oferta melhorada ou a Pfizer poderá fazer propostas renovados em novembro, se for abordada de volta em relação ao negócio ou não.

O vice-presidente financeiro da Pfizer, Frank D'Amelio, falando na conferência anual de saúde do Goldman Sachs na quarta-feira (11), disse que as negociações sobre um acordo com a AstraZeneca tinham falhado diante do preço.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.