Tamanho do texto

A Allergan aconselhou que seus acionistas não agissem em relação à oferta até que seu Conselho fizesse uma recomendação

Reuters

A Valeant Pharmaceuticals se preparou nesta segunda-feira (2) para levar sua proposta de US$ 53,8 bilhões pela Allergan diretamente aos acionistas da fabricante do Botox, e a Pershing Square pediu reunião para mudar a diretoria da empresa-alvo, numa batalha que pode se estender por meses.

A Allergan, cujo remédio Botox é injetado em músculos para suavizar rugas, disse que consideraria a mais recente oferta da Valeant
Thinkstock/Getty Images
A Allergan, cujo remédio Botox é injetado em músculos para suavizar rugas, disse que consideraria a mais recente oferta da Valeant

O presidente-executivo da Pershing Square, Bill Ackman, cujo fundo de hedge tem 9,7% da Allergan, disse em teleconferência com o presidente-executivo da Valeant, Mike Pearson, que tinha solicitado uma reunião extraordinária que poderia ocorrer já em 7 de agosto.

A Allergan também poderá adiar a reunião, na qual a Pershing pretende trocar a maioria da empresa até novembro, disse Ackman.

Pearson disse que a Valeant esperava submeter uma oferta de troca em duas a três semanas ao regulador mobiliário dos Estados Unidos, em uma maneira de levar a proposta para os acionistas da Allergan. Ele também instou a Allergan a negociar com a Valeant.

"Seremos pacientes", disse Pearson. "Vamos fechar esse negócio".

A Allergan, cujo remédio Botox é injetado em músculos para suavizar rugas, disse que consideraria a mais recente oferta da Valeant.

A Valeant disse na sexta-feira que iria pagar US$ 72 em dinheiro e 0,83 ação de sua emissão para cada ação da Allergan, aumentando sua oferta pela segunda vez.

Em comunicado, a Allergan aconselhou que seus acionistas não agissem em relação à oferta até que seu Conselho fizesse uma recomendação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.