Tamanho do texto

Resultado foi impulsionado pelas novas encomendas do setor

Reuters

PMI do HSBC/Markit subiu para 51,0 em fevereiro ante 50,7 em janeiro
Thinkstock/Getty Images
PMI do HSBC/Markit subiu para 51,0 em fevereiro ante 50,7 em janeiro

A atividade no setor de serviços da China acelerou em fevereiro ante mínima de dois anos e meio no mês anterior, mostrou nesta quarta-feira (5) a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), confirmando outros dados que mostraram retomada em serviços mesmo com a desaceleração da indústria.

O PMI do HSBC/Markit subiu para 51,0 em fevereiro ante 50,7 em janeiro, impulsionado pelas novas encomendas e permanecendo acima da marca de 50 que separa expansão de contração.

A alta vai em linha com o PMI oficial de serviços, que mostrou a atividade em máxima de três meses, e contrastou com duas pesquisas que indicaram que a atividade da indústria desacelerou no mês.

"Os dados de fevereiro sinalizam expansões mais fortes da atividade empresarial e novos trabalhos nas empresas do setor de serviços da China", disse o HSBC/Markit em comunicado.

Veja também: Brasil está em rota de aceleração e China deverá enfrentar desafios

"Dito isso, as taxas de crescimento permanecem fracas no contexto de dados históricos."

O PMI mostrou que as empresas de serviços permaneceram otimistas em fevereiro, em geral esperando que a atividade seja mais alta do que os níveis atuais em um ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.