Tamanho do texto

Trabalhadores teriam direito à reposição da inflação pelo IPCA até maio e ganho real de 1%

Agência Estado

O presidente do Superior Tribunal do Trabalho (TST), Carlos Alberto Reis, apresentou uma proposta de pré-acordo para encerrar a greve dos funcionários da Eletrobras, que começou no dia 15 de julho.

A audiência de conciliação entre os trabalhadores e a empresa durou pouco mais de três horas. Os termos ainda serão discutidos pela direção da companhia e pelos sindicatos. Uma nova audiência de conciliação será realizada na quinta-feira (dia 1º), às 15h.

A proposta do presidente do TST é de um acordo válido por dois anos, de maio de 2013 a abril de 2015. De forma imediata, os trabalhadores teriam direito à reposição da inflação medida pelo IPCA acumulado até maio, de 6,49%, mais ganho real de 1%.

A reivindicação dos trabalhadores era de um aumento real de 1,5% neste ano e 1% em 2014
AE
A reivindicação dos trabalhadores era de um aumento real de 1,5% neste ano e 1% em 2014

Em janeiro de 2014, a Eletrobras concederia novo reajuste com ganho real de 1%. Em maio de 2014, os salários seriam corrigidos pelo IPCA acumulado no período. Por fim, em setembro de 2014, novo ganho real, dessa vez de 0,5%.

Reis pediu aos trabalhadores que retornem ao trabalho a partir da meia-noite desta quarta-feira (31). Estabeleceu ainda, como benefícios, vale-alimentação de R$ 30 por dia, e dois abonos de R$ 3 mil, um em 2013, outro em 2014. Os dias parados neste ano seriam abonados.

O presidente do TST acredita que será possível fechar o acordo para dar fim à greve na próxima audiência de conciliação. "Tenho quase certeza de que é possível chegarmos a um acordo na quinta-feira (dia 1º)", afirmou.

O assessor de Relações Trabalhistas e Sindicais da Eletrobras, Mauricio Joseph Marques Filho, afirmou ver alguns "pontos de dificuldade" na proposta do TST, especialmente no que diz respeito ao ganho real. Segundo ele, possivelmente a empresa apresentará uma contraproposta na reunião de quinta-feira (dia 1º).

O presidente da Federação Nacional dos Urbanitários, Franklin Moreira Gonçalves, que representa a maior parte das empresas do grupo Eletrobras, disse que a proposta do TST é ponderada.

A reivindicação dos trabalhadores era de um aumento real de 1,5% neste ano e 1% em 2014. Ele garantiu que vai mobilizar os sindicatos em todo o País para fazer assembleias nesta terça (30), de forma que a greve seja interrompida à meia-noite de quarta-feira (dia 1º).

O presidente da Federação dos Trabalhadores em Energia, Água e Meio e Ambiente (Fenatema), Eduardo Annunciato, disse que vai desmobilizar os trabalhadores em greve a partir desta segunda-feira (29). A Fenatema representa os funcionários da Eletrosul, Eletronuclear e Furnas.