Tamanho do texto

O FMI calcula que a dívida bruta do governo brasileiro é equivalente a cerca de 68% do Produto Interno Bruto (PIB) e o pedido de mudança reduziria essa proporção para 58,7%

Agência Estado

Guido Mantega, ministro da Fazenda
Agência Brasil
Guido Mantega, ministro da Fazenda

O Fundo Monetário Internacional (FMI) vai analisar o pedido do Brasil para que mude a forma como calcula a dívida do governo, disse um porta-voz do Fundo. "O FMI vai responder ao ministro (da Fazenda, Guido Mantega) no devido tempo, após analisar a questão", destacou.

Até lá, o FMI não fará comentários sobre o pedido feito por Mantega à dirigente principal do Fundo, Christine Lagarde, segundo o porta-voz.

Veja também: Hungria deve quitar a dívida com FMI ainda neste ano

O governo brasileiro argumenta que o cálculo da dívida brasileira feito pelos técnicos do FMI é distorcido e pediu que a instituição não leve alguns títulos mobiliários na conta, de acordo com a agência Dow Jones, que revelou o assunto .

O FMI calcula que a dívida bruta do governo brasileiro é equivalente a cerca de 68% do Produto Interno Bruto (PIB) e o pedido de mudança reduziria essa proporção para 58,7%.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.