Tamanho do texto

Número representa crescimento de 12,04% em relação ao mesmo período do ano passado

Agência Estado

As vendas em farmácias alcançaram R$ 13,5 bilhões no primeiro semestre de 2013 de acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). O número representa crescimento de 12,04% ante o mesmo período do ano passado.

O resultado mostra desaceleração do ritmo de crescimento. Em 2012, as vendas no primeiro semestre haviam crescido 18,38% ante os mesmos meses do ano anterior.

-Veja também: farmácias vendem R$ 25 bilhões em 2012, diz Abrafarma

Entre as diferentes categorias de produtos vendidas, o crescimento mais expressivo foi o da categoria de não medicamentos, a qual inclui itens de higiene, perfumaria e cosmética.

Em 2012, as vendas no primeiro semestre haviam crescido 18,38% ante os mesmos meses do ano anterior
Getty Images
Em 2012, as vendas no primeiro semestre haviam crescido 18,38% ante os mesmos meses do ano anterior

Segundo a Abrafarma, as redes de farmácias alcançaram R$ 4,3 bilhões em vendas destes itens no primeiro semestre, um aumento de 16,82% na comparação com 2012.

"Cada vez mais, o consumidor brasileiro vê o canal farma como uma opção atraente para compras de produtos de higiene e beleza e de conveniência", disse em nota Sérgio Mena Barreto, presidente executivo da Abrafarma. "Esta é uma tendência mundial", afirmou.

Já a receita com medicamentos no período foi de R$ 9,2 bilhões, o que representou 9,9% de crescimento. Os genéricos corresponderam a R$ 1,6 bilhões do total de receita com medicamentos e tiveram crescimento de 11,93% nas vendas ante o ano passado.

A Abrafarma reúne algumas das principais redes de farmácias e drogarias do Brasil, como a Raia Drogasil, a Brasil Pharma, a DPSP e a Pague Menos, além das farmácias dos supermercados Walmart. A entidade ainda informou que o número de lojas de suas associadas chegou a 4,858 mil, crescimento de 7,5%.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.