Tamanho do texto

O número representa uma reversão em relação a segunda leitura do mês, quando apresentou uma alta de 0,01%. Na terceira medição de junho, o índice havia ficado em alta de 0,18%

Agência Estado

Despesas Pessoais foi o único grupo a ter uma alta maior na terceira leitura do mês
Paulo Liebert/AE
Despesas Pessoais foi o único grupo a ter uma alta maior na terceira leitura do mês

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação da cidade de São Paulo, registrou uma queda de 0,16% na terceira quadrissemana de julho. O número representa uma reversão em relação a segunda leitura do mês, quando apresentou uma alta de 0,01%. Na terceira medição de junho, o índice havia ficado em alta de 0,18%.

Despesas Pessoais foi o único grupo a ter uma alta maior na terceira leitura do mês, em comparação ao avanço da segunda. O grupo subiu 0,34% na terceira quadrissemana, ante alta de 0,32% na segunda.

Habitação e Educação, por outro lado, tiveram altas menores na terceira leitura, em comparação com o avanço da segunda. Habitação avançou 0,45% na terceira quadrissemana, depois de ter subido 0,48% na leitura anterior. Educação, por sua vez, teve alta de 0,07% na terceira quadrissemana, ante avanço de 0,12% na segunda.

Saúde teve um avanço de 0,26% na terceira leitura de julho, mesma taxa da segunda quadrissemana.

Alimentação e Transportes tiveram quedas maiores na terceira quadrissemana de julho, ante a segunda leitura do mês. Alimentação caiu 0,62% na terceira e havia recuado 0,53% na segunda. Transportes teve queda de 1,21% na terceira quadrissemana, ante recuo de 0,39% na segunda leitura.

Veja também: Marketing ao vivo promete estreitar contato real entre marca e consumidor

Já a queda de Vestuário foi menor na terceira quadrissemana do que na segunda. O grupo caiu 0,20% na terceira leitura do mês de julho, após ter recuado 0,29% na segunda.

Veja como ficaram os itens que compõem o IPC na terceira leitura do mês de julho:

Habitação: 0,45%
Alimentação: -0,62%
Transportes: -1,21%
Despesas Pessoais: 0,34%
Saúde: 0,26%
Vestuário: -0,20%
Educação: 0,07%
Índice Geral: -0,16%

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.