Tamanho do texto

Estatal concluiu a perfuração e o teste de formação do quarto poço exploratório da área de Iara, no bloco BM-S-11, no pré-sal

Agência Estado

Resultados obtidos com o poço 3-RJS-706 reforçaram o potencial de óleo recuperável de Iara
Thinkstock/Getty Images
Resultados obtidos com o poço 3-RJS-706 reforçaram o potencial de óleo recuperável de Iara

A Petrobras concluiu a perfuração e o teste de formação do quarto poço exploratório da área de Iara, no bloco BM-S-11, no pré-sal da Bacia de Santos. Segundo a estatal, os resultados obtidos com o poço 3-RJS-706 (3-BRSA-1132-RJS) reforçaram o potencial de óleo recuperável de Iara e comprovaram a descoberta de petróleo de boa qualidade (28º API), conforme divulgado em 5 de março.

Leia mais: Petrobras encontra óleo de qualidade no Entorno de Iara

"Os reservatórios carbonáticos, que ocorrem a partir de 5.260 metros de profundidade, apresentaram ótimas condições de porosidade e de permeabilidade, com características superiores às encontradas no poço descobridor (1-RJS-656, Iara). Os resultados do teste de formação confirmaram a excelente produtividade dos reservatórios", informou a empresa em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quarta-feira, 24.

O poço está localizado a 226 km da costa do Rio de Janeiro, a cerca de 6 km a oeste do poço descobridor, em profundidade de água de 2.197 metros. De acordo com a estatal, o consórcio dará continuidade às atividades previstas no Plano de Avaliação da Descoberta (PAD) aprovado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

No momento, está sendo perfurado o poço 3-RJS-715D (3-BRSA-1181D-RJS) na área central do PAD de Iara. A Petrobras é a operadora do consórcio (65%) em parceria com a BG E&P Brasil (25%) e Petrogal Brasil (10%).

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.