Tamanho do texto

Companhia aérea registrou um lucro trimestral de US$ 287 milhões, ou US$ 1,40 por ação

Reuters

Empresa planeja se fundir com a American Airlines
Getty Images
Empresa planeja se fundir com a American Airlines

A companhia aérea US Airways anunciou nesta quarta-feira (24) que teve lucro trimestral maior que o esperado, ajudada por menores custos de combustível. O lucro líquido no segundo trimestre foi de US$ 287 milhões, ou US$ 1,40 por ação, ante US$ 306 milhões, ou US$ 1,54 por ação, um ano antes.

A US Airways planeja se fundir com a American Airlines, da AMR Corp, para formar a maior companhia aérea do mundo este ano.

A empresa tomou uma provisão de imposto de renda de US$ 67 milhões no período mais recente e também registrou itens de cerca de US$ 55 milhões ligados aos custos de fusão e dívidas de aposentadoria.

Leia mais: Fusão de US$ 11 bilhões da American Airlines com US Airways é aprovada

Excluindo os itens, o lucro foi de US$ 1,58 por ação, comparado com US$ 1,51 esperado pelos analistas, em média, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita cresceu cerca de 3%, a US$ 3,9 bilhões, porque os aviões estavam mais cheios, mas a rentabilidade foi menor. As despesas operacionais aumentaram 1%, com os custos de combustível caindo 3,8% e despesas com salários com altas de até 4%.