Tamanho do texto

O ministro de Finanças do Japão, Taro Aso, disse que os países emergentes reclamam dos efeitos dos fluxos globais de capital em suas economias

Agência Estado

O ministro de Finanças do Japão, Taro Aso, criticou no sábado (20) os países emergentes, que reclamam dos efeitos dos fluxos globais de capital em suas economias. Ele defendeu a intenção do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, de reduzir em breve suas ações de estímulo, o que provocou uma forte saída de capital dos emergentes.

Leia mais: Países avançados do G20 se dividem sobre metas de dívida após 2016

"Antes os países emergentes diziam que estavam enfrentando problemas em função da rápida entrada de capital, resultado do relaxamento monetário (nos países desenvolvidos). E agora eles estão dizendo que estão com problemas por causa da saída do dinheiro. Qual é a situação? Eles precisam decidir. Nem tudo funciona do jeito que nós queremos", afirmou o ministro japonês após participar do encontro do G-20, na Rússia. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.