Tamanho do texto

Prefeito da cidade norte-americana disse que deixou a porta aberta para um resgate federal depois de o município entrar em concordata

Agência Estado

Prefeito da cidade norte-americana disse que ajuda serviria de referência para outras cidades em apuros
BBC
Prefeito da cidade norte-americana disse que ajuda serviria de referência para outras cidades em apuros

O prefeito da cidade norte-americana de Detroit, Dave Bing, disse neste domingo (21) que deixou a porta aberta para um resgate federal depois de o município entrar com pedido de falência, dizendo que a resposta da nação serviria de referência para ajuda a outras cidades em dificuldades. Questionado diretamente se Detroit procurará por ajuda do governo federal, Bing disse "ainda não". "Creio ser muito difícil neste momento pedir ajuda diretamente", afirmou ao canal ABC.

Leia mais: Detroit pede proteção contra falência em maior concordata municipal dos EUA

A cidade de Detroit, que fica no estado de Michigan e que já foi conhecida como um dos maiores polos da indústria automobilística do mundo, entrou na quinta-feira com pedido de falência. Trata-se da maior cidade dos Estados Unidos a entrar com um pedido desse tipo na história do país. A dívida do município seria algo perto de US$ 18 bilhões.

Segundo Bing, mais de 100 cidades dos EUA estão passando pelos mesmo problemas enfrentados por Detroit. "Podemos ser os primeiros. Somos a maior cidade. Mas certamente não seremos os últimos. Logo, temos que estabelecer referências sobre como consertar a situação de nossas cidades", avalia o prefeito de Detroit.