Tamanho do texto

Grupo de acionistas de São Paulo não pretende ingressar com ação pedindo ressarcimento das perdas financeiras com as ações da companhia

Agência Estado

O acionista William Magalhães, organizador do MinoritáriosOGX, no primeiro encontro do grupo em São Paulo
Marília Almeida/iG
O acionista William Magalhães, organizador do MinoritáriosOGX, no primeiro encontro do grupo em São Paulo

O grupo de acionistas minoritários da OGX de São Paulo, liderado por William Magalhães, não pretende ingressar com ação na Justiça pedindo ressarcimento das perdas financeiras resultantes da queda de valor de mercado das ações da companhia, ao contrário do que planeja um grupo de acionistas do Sul do País. "Nosso objetivo é apoiar a empresa. Não é um movimento processual, mas de valorização", disse Magalhães.

Segundo o acionista, a intenção do grupo é conseguir eleger um representante no conselho de administração da petroleira de Eike Batista e instaurar um conselho fiscal na OGX. Ele afirmou que manteve contato esta semana com representantes do departamento de relações com investidores da petrolífera, quando informou à companhia sobre essa intenção.

Ele disse acreditar que possa agregar, entre seus representados, número suficiente de acionistas para pleitear tais cadeiras no conselho. O grupo tem uma conta no Twitter chamada "Minoritários OGX", com 982 seguidores e quase 1,8 mil postagens.

Leia mais: Minoritários da OGX chamam Eike para almoço e planejam conselho fiscal

Magalhães vem afirmando que a intenção deste grupo é "devolver valor aos ativos da companhia". Apenas em 2013, o valor de mercado da empresa na bolsa caiu 88,5%, com a ação cotada a R$ 0,50 no fechamento do pregão de sexta-feira (19).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.