Tamanho do texto

Os grupos alimentação e bebidas (de 0,27% para -0,18%) e transportes (de 0,10% para -0,55%) foram os principais responsáveis pelo forte recuo

Das 11 regiões pesquisadas pelo IBGE, somente Curitiba não apresentou deflação no preço dos alimentos
Thinkstock/Getty Images
Das 11 regiões pesquisadas pelo IBGE, somente Curitiba não apresentou deflação no preço dos alimentos

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) ficou em 0,07% em julho, ante 0,38% em junho, divulgou nesta sexta-feira, 19, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No ano, o IPCA-15 acumula alta de 3,52% e, em 12 meses, a variação é de 6,40%.

Veja também: Inflação medida pelo IPC-S desacelera para 0,07% na 2ª semana de julho

Foi observada desaceleração nos resultados da maioria dos grupos de produtos e serviços pesquisados, com apenas três deles apresentando crescimento de junho para julho: Habitação, Despesas Pessoais e Comunicação. 

Os grupos alimentação e bebidas (de 0,27% em junho para -0,18% em julho) e transportes (de 0,10% para -0,55%) foram os principais responsáveis pelo forte recuo do IPCA-15 de um mês para o outro. Nos alimentos, das 11 regiões pesquisadas, somente a de Curitiba deixou de mostrar deflação, apresentando 0,14% de variação.