Tamanho do texto

A associação também revisou suas estimativas para a importação, ampliando para US$ 232,519, alta de 4,2%

Agência Estado

Pela revisão da AEB, Brasil terá déficit na balança comercial este ano
Divulgação
Pela revisão da AEB, Brasil terá déficit na balança comercial este ano

A Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) revisou para baixo as estimativas de exportações para 2013 e para cima as de importações. Pela revisão de projeções da balança comercial brasileira divulgada nesta quarta-feira (17) relativamente aos dados divulgados em 18 de dezembro de 2012, a AEB reduz as exportações para US$ 230,511 bilhões, queda de 5%, e amplia as importações para US$ 232,519, alta de 4,2%. Com isso, gera déficit comercial de US$ 2,008 bilhões. Se confirmado, este será o primeiro saldo negativo desde 2000.

Pela projeção anterior da AEB, feita em 18 de dezembro, o resultado da balança comercial corresponderia a um superávit de US$ 14,620 bilhões.

Veja também: Dólar alto atrapalha balança comercial

Segundo a AEB, a redução das exportações deve-se à aceleração da queda das cotações das commodities em geral, aliada à diminuição do quantum de petróleo, óleos combustíveis, milho e algodão, em contrapartida à tendência de menor ritmo de crescimento das importações, decorrente da perspectiva de redução do consumo interno e de patamar mais elevado da taxa cambial.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.