Tamanho do texto

Segundo a Caixa Econômica Federal, procura gerou R$ 500 milhões em negócios

Agência Estado

Mais de 100 mil famílias contrataram a linha de crédito Minha Casa Melhor em apenas um mês, de acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (12) pela Caixa. Segundo o banco, que é responsável pela concessão dos empréstimos, a procura gerou R$ 500 milhões em contratos nesse período.

-Veja também: Minha Casa Melhor conquistou adesão de 19 mil brasileiros, afirma Dilma

O programa, lançado pela presidente Dilma Rousseff no dia 12 de junho, oferece aos beneficiários do Minha Casa Minha Vida (MCMV) condições especiais de financiamento para compra de móveis e eletrodomésticos.

Famílias com renda de até R$ 1,6 mil respondem por 80% das contratações no primeiro mês do programa
Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr
Famílias com renda de até R$ 1,6 mil respondem por 80% das contratações no primeiro mês do programa

"Estamos conseguindo atingir pessoas que tinham muita dificuldade de conseguir crédito barato no mercado. Hoje, essas famílias conseguem comprar uma lavadora de roupas automática pagando pouco mais de R$ 20 por mês", diz o diretor executivo de Cartões da Caixa, Mário Ferreira Neto, em nota distribuída pelo banco.

A Faixa I do MCMV, formada por famílias com renda de até R$ 1,6 mil, responde por 80% das contratações neste primeiro mês do programa.

O Minha Casa Melhor financia a compra de cinco tipos de móveis, quatro eletrodomésticos e também computador. O limite é de R$ 5 mil por família, com juros de 5% ao ano e prazo de pagamento de até 48 meses. A compra deve ser feita em estabelecimentos comerciais credenciados pela Caixa, com um cartão magnético.

O beneficiário pode contratar o crédito a partir da entrega das chaves do imóvel e precisa estar em dia com as prestações. O crédito estará disponível por 12 meses, contados da emissão do cartão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.