Tamanho do texto

Ata sugere que setembro pode não ser aposta certa para redução nas compras de ativos

Reuters

Presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke
ASSOCIATED PRESS/AP
Presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke

Embora tenha aumentado o consenso dentro do banco central dos Estados Unidos em junho sobre a provável necessidade de começar a reduzir as medidas de estímulo econômico em breve, muitos membros querem mais garantias de que a recuperação do emprego está sólida antes de iniciar a desaceleração das compras de ativos.

Os mercados financeiros convergiram para setembro como a data do provável início da redução no ritmo de compras mensais de títulos no valor de US$ 85 bilhões, mas a ata da reunião de junho do Federal Reserve divulgada nesta quarta-feira (10) sugere que essa pode não ser uma aposta certa.

"Vários membros julgaram que uma redução nas compras de ativos será em breve justificada", mostrou a ata. Mas acrescentou que "muitos membros indicaram que uma melhora maior no cenário do mercado de trabalho será necessária antes que seja apropriado desacelerar o ritmo de compras de ativos."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.