Tamanho do texto

Nível de inadimplência em junho foi de 2,56% do total de documentos emitidos

Agência Estado

O índice de inadimplência caiu 9,86% em junho ante maio, de acordo com a Pesquisa Nacional sobre Liquidação de Cheques, divulgada nesta segunda-feira (8) pela Telecheque.

O nível de inadimplência em junho foi de 2,56% do total de documentos emitidos, na comparação com 2,84% em maio. Já em relação a junho de 2012, quando o índice ficou em 2,80%, a queda foi de 8,57%.

Leia também: Inadimplência em operações com cheques cai 16,47% em maio

A falta de fundos foi apontada pela Telecheque como a principal causa de inadimplência em junho, com 74,61% dos valores em cheques não liquidados. Na sequência apareceram cheques sustados (9,77%), roubados ou furtados (4,30%), cheques fraudados (1,17%) e outros motivos (10,16%).

O Nordeste foi a região do País com o maior índice de inadimplência, de 3,26%. A região Centro-Oeste ficou em segundo lugar, com 3,16%, seguida por Norte (3,05%), Sudeste (2,35%) e Sul (2,13%).

Durante o mês de junho, o valor médio nacional dos cheques emitidos foi de R$ 388,75, alta de 0,65% ante maio (R$ 386,25). Na comparação com junho de 2012, quando o valor foi de R$ 335,98, o avanço foi de 15,71%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.