Tamanho do texto

Fabricante de carros italiana exerceu opção e tem agora 68,49% da norte-americana

Reuters

A fabricante de carros italiana Fiat disse nesta segunda-feira (8) que exerceu uma opção para comprar mais 3,3% da unidade norte-americana Chrysler, ficando mais próxima de seu objetivo de criar a sétima maior montadora do mundo em vendas.

A Fiat, que perde dinheiro na Europa, disse que quer ter o controle da lucrativa Chrysler, o que daria a ela acesso a parte do fluxo de caixa da norte-americana para investimentos em novos modelos.

Leia também: Fiat anuncia investimento de R$ 15 bilhões no Brasil até 2016

A Fiat obteve 20% da Chrysler em 2009 e agora detém 58,5% do grupo dos Estados Unidos, com direito a elevar a participação para 75%, em um processo gradual de três anos, até julho de 2014.

A Fiat pode comprar 16,6% da Chrysler em parcelas de 3,3% da Veba, empresa de saúde dos EUA ligada ao sindicato dos metalúrgicos.

Com a aquisição desta segunda-feira, a Fiat exerceu três das seis opções mensais de comprar 3,3%, elevando sua participação a 68,49%.

A Fiat disse que seu cálculo do valor das ações é de US$ 254,7 milhões.

Uma decisão da justiça sobre o preço que a Fiat irá pagar pelas ações ainda está pendente.

(Por Jennifer Clark)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.