Tamanho do texto

Valor representa a diferença entre arrecadação de R$ 24,379 bi e despesas de R$ 27,380 bi

Agência Estado

O Ministério da Previdência Social (MPS) divulgou nesta sexta-feira (5) o resultado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), confirmando déficit de R$ 3,001 bilhões em maio. O valor representa a diferença entre arrecadação de R$ 24,379 bilhões e despesas de R$ 27,380 bilhões.

-Veja também: Previdência Social registra déficit de R$ 5 bilhões em março

Os dados gerais do déficit previdenciário em maio haviam sido revelados no último dia 25, quando o Tesouro Nacional anunciou o superávit primário de R$ 5,956 bilhões nas contas do Governo Central (que reúne o Tesouro Nacional, Previdência e Banco Central).

Naquela data, o Tesouro informou que as contas da Previdência tinham encerrado o mês com um déficit primário de R$ 3,001 bilhões. Agora, a Previdência apresentou o detalhamento dos números que levaram ao déficit.

Sozinho, o setor urbano registrou em maio o quarto superávit do ano, de R$ 2,6 bilhões
Divulgação
Sozinho, o setor urbano registrou em maio o quarto superávit do ano, de R$ 2,6 bilhões

Sozinho, o setor urbano registrou em maio o quarto superávit do ano, de R$ 2,6 bilhões. É o melhor resultado desde julho de 2012, informa o ministério. A arrecadação foi a segunda maior da série histórica (desconsiderando-se os meses de dezembro), ficando em R$ 23,8 bilhões. Estão incluídos R$ 634,6 milhões referentes ao repasse para compensar a desoneração da folha de pagamento de alguns setores da economia.

Já a despesa com o pagamento de benefícios urbanos foi de R$ 21,2 bilhões. A previdência rural, por sua vez, terminou maio com um déficit de R$ 5,6 bilhões, refletindo a diferença entre arrecadação de R$ 563,2 milhões e despesa com pagamento de benefícios de R$ 6,2 bilhões.

Em maio, a Previdência Social pagou 30,489 milhões de benefícios, sendo 26,400 milhões previdenciários e acidentários e, os demais, assistenciais. Houve elevação de 3,6% em comparação com o mesmo mês do ano passado. As aposentadorias somaram 17,2 milhões de benefícios.

O valor médio dos benefícios pagos pela Previdência, em maio, foi de R$ 908,07. Parcela de 69,7% dos benefícios desembolsados no período —incluídos os assistenciais— tinham valor de até um salário mínimo. Isso representa um contingente de 21,2 milhões de beneficiários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.