Tamanho do texto

Dos 11 emissores de ações, sete estão no segmento Novo Mercado da BM&FBovespa

Agência Estado

Da fatia de investidores estrangeiros, 66,4% são dos Estados Unidos e 20,7% da Europa
PM Images
Da fatia de investidores estrangeiros, 66,4% são dos Estados Unidos e 20,7% da Europa

Os investidores estrangeiros tiveram participação de 58,5% em 11 ofertas de ações no primeiro semestre do ano, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Foram seis ofertas públicas iniciais de ações (IPOs, na sigla em inglês) e cinco ofertas subsequentes (follow-ons), que movimentaram R$ 14,85 bilhões e R$ 2,86 bilhões, respectivamente.

-Veja também: pequenas empresas planejam abrir capital, mas consideram IPO inacessível

Abriram capital: BB Seguridade, Smiles, Senior Solution, Linx, Biosev e Alupar. Fizeram nova captação Iguatemi, Abril Educação, Estácio, BHG e Multiplan.

As atividades foram mais intensas do que na primeira metade do ano passado, quando sete ofertas, entre IPOs e follow-ons, giraram R$ 8,6 bilhões no total.

Da fatia de investidores estrangeiros, 66,4% são dos Estados Unidos, 20,7% da Europa, 8,1% da Ásia, 4% da América Latina, 0,5% de outros países da América e 0,4% da Oceania. Do total de investidores, 27,7% são institucionais e 13,8% pessoas físicas.

Dos 11 emissores de ações, sete estão no segmento Novo Mercado da BM&FBovespa, segundo a Anbima. Em relação à participação no volume total movimentado e à classificação setorial, 64,7% corresponderam ao segmento de seguradoras, 7,6% à educação, 6,4% à administração de shopping e fidelização (cada), 4,8% à energia elétrica, 4,5% ao agronegócio, 3,3% à TI e Telecom e 2,1% a outros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.