Tamanho do texto

Este foi o maior avanço visto desde julho de 2012, quando a alta registrada foi de 7,82%

Agência Estado

Em junho, houve avanço de 5,73% no segmento agropecuário, que inclui itens como o milho
NYT
Em junho, houve avanço de 5,73% no segmento agropecuário, que inclui itens como o milho

Os preços dos produtos básicos que mais afetam a inflação no Brasil voltaram a registrar alta em junho. Segundo informou há pouco o Banco Central, o Índice de Commodities do Banco Central (IC-Br) subiu 5,34% no mês passado em relação a maio. Este foi o maior avanço visto desde julho de 2012, quando a alta foi de 7,82%.

-Veja também: produtos básicos têm queda de 1,93% em abril ante março, segundo Banco Central

Em maio, o indicador já havia subido, mas a uma taxa mais leve, de 0,55% ante abril. Nos primeiros quatro meses de 2013, o IC-Br ficou negativo. Com o resultado divulgado nesta quarta-feira (3), o índice passou de 127,26 pontos em maio para 134,06 pontos no mês passado, perdendo apenas neste ano para o patamar de janeiro (135,46 pontos).

Acumulado do ano

Diante dos dados de junho, o índice do BC reduziu a queda acumulada no ano para 2,43%. Em 12 meses, o IC-Br ainda tem alta de 6,93%. Em junho, houve avanço de 5,73% no segmento agropecuário, que inclui itens como carne de boi, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco, entre outros, ante abril.

O grupo energia subiu 4,40% na comparação mensal. Nesse segmento, são incluídos preços de petróleo, gás natural e carvão. O preço de metais, entre eles alumínio e minério de ferro, registrou alta de 4,30% na mesma comparação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.