Tamanho do texto

Dólar à vista no balcão fechou o dia em alta de 0,89% ante o real, cotado a R$ 2,2690

Agência Estado

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quarta-feira (3) que há um movimento internacional de valorização do dólar, principalmente em países emergentes e exportadores de commodities.

-Veja também: aumento do imposto sobre linha branca será menor até setembro, diz Mantega

Mantega disse ainda, ao comentar a cotação de fechamento da moeda dos Estados Unidos nesta quarta-feira (3) no Brasil, que outras divisas se desvalorizaram mais que o real nas últimas 24 horas. Nesta quarta (3), o dólar à vista no balcão fechou o dia em alta de 0,89% ante o real, cotado a R$ 2,2690.

Mantega:
Agência Brasil
Mantega: "Temos de esperar a adaptação às novas condições criadas pelo banco central americano"

"Temos de esperar a adaptação às novas condições criadas pelo banco central americano (Federal Reserve)", disse.

Ele afirmou que o Brasil também está "neste barco" e disse que o mercado financeiro internacional tem exagerado em alguns momentos, ao tentar antecipar os movimentos do Fed.

"Os mercados até exageram porque antecipam os movimentos. Em algum momento, isso vai sofrer acomodação porque significará juros mais altos dos Treasuries e os capitais vão se posicionar perante a possibilidade de lucro em vários países", acrescentou.

Questionado sobre o anúncio, pelo governo, de um corte adicional do Orçamento em 2013, Mantega disse apenas: "Não sei". As afirmações foram feitas pelo ministro da Fazenda ao retornar à pasta após reunião com a presidente Dilma Rousseff. Antes do encontro com Dilma, Mantega recebeu no gabinete a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.