Tamanho do texto

Cerca de 50 pessoas têm feito manifestações contra decisão que bloqueia pagamentos

Reprodução de vídeo de carreata da Telexfree em Vitória (ES) publicado na internet por um apoiador
Reprodução/Youtube
Reprodução de vídeo de carreata da Telexfree em Vitória (ES) publicado na internet por um apoiador

Um grupo de cerca de 50 pessoas realizou nesta sexta-feira (28) o 5º dia consecutivo de manifestações em Rio Branco (AC) contra a decisão judicial que suspendeu os pagamentos da Telexfree, empresa suspeita de ser um esquema de pirâmide financeira . Na última quinta-feira (26), um ônibus teve o vidro quebrado por um manifestante e um jornalista foi agredido, segundo a polícia. Ninguém foi detido.

Os protestos começaram na segunda-feira (24), quando o desembargador Samoel Evangelista, do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) manteve a decisão que suspende os pagamentos da empresa, bem como o cadastro de novos divulgadores. 

"Como são poucas pessoas, eles tentam fazer ações para causar impacto e levam transtorno à população", diz o major Márcio Álves, comandante da Companhia de Trânsito (Ciatran) do Acre. "Na quinta-feira (28), fecharam o terminal urbano e quebraram o vidro de um ônibus, além de agredirem um jornalista", afirmou em entrevista ao  iG .

Os protestos têm como ponto de concentração o Ministério Público do Acre (MP-AC), responsável por pedir a liminar que levou à decisão contestada pelos manifestantes . Dali, diz o major, o grupo sai em passeata e fecha cruzamentos para conseguir chamar atenção para a causa. Na terça-feira (25), os apoiadores da Telexfree chegaram a bloquear uma ponte.

A Telexfree informa vender pacotes de telefonia por internet (VoIP, na sigla em inglês) por meio do sistema de marketing multinível. Para o MP-AC, porém, a empresa constituiu uma pirâmide financeira, pois os ganhos advém sobretudo da entrada de novos divulgadores e não da venda do produto em si. Os representantes da empresa negam irregularidades .

Outros estados

Também há relatos de protestos em ao menos outros cinco estados. Em Salvador , um grupo reuniu-se em frente ao Shopping Iguatemi nesta sexta-feira (28), segundo o portal Bahia News. No mesmo dia,  divulgadores da Telexfree fizeram uma manifestação no Parque Solon de Lucena, em Jão Pessoa (PB), informa o portal PB Agora.

No Rio Grande do Sul, de acordo com o jornal Zero Hora, uma carreata de cerca de 100 veículos  causou congestionamento na RS-239, entre Sapiranga e Novo Hamburgo, por volta das 15h30 de quarta-feira (26). E em Cascavel (PR), também na quarta-feira, um grupo de cerca de 200 pessoas se reuniu na Avenida Brasil.

Em Vitória, onde fica a sede da Ympactus Comercial LTDA., um vídeo postado no Youtube mostra a realização de uma carreata nesta sexta-feira (28).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.