Tamanho do texto

Jaime Caruana ficaria apenas até o fim de 2014

Agência Estado

O conselho do Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês) anunciou neste domingo a extensão do mandato do diretor-geral da casa, Jaime Caruana, até março de 2017. A administração do espanhol Caruana começou em abril de 2009 e terminaria em março de 2014.

Em nota, o presidente do conselho do BIS, Christian Noyer, disse que a permanência do diretor foi um pedido do conselho da instituição e que Caruana concordou em permanecer até a aposentadoria, aos 65 anos. Em nome da instituição, Noyer agradeceu publicamente ao atual diretor pelo trabalho realizado nos últimos anos na entidade que congrega os principais bancos centrais do mundo.

Espanhol de Valencia, Caruana é engenheiro de telecomunicações e foi presidente do Banco Central da Espanha entre 2000 e 2006. Também trabalhou no Tesouro da Espanha e no Fundo Monetário Internacional (FMI), além de mais de uma década no setor privado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.