Tamanho do texto

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, inflação registrou alta de 1,4%

Agência Estado

Preços dos alimentos diminuíram 0,1% ante abril
TV iG
Preços dos alimentos diminuíram 0,1% ante abril

A inflação ao consumidor dos EUA subiu levemente em maio, sugerindo que as pressões inflacionárias continuam contidas em meio ao lento crescimento econômico global e aos pequenos aumentos nos salários dos norte-americanos.

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 0,1% em termos sazonalmente ajustados em comparação com abril, segundo o Departamento do Trabalho. Economistas consultados pela Dow Jones previam alta de 0,2%.

Com a alta de maio, a primeira em três meses, o CPI subiu 1,4% nos EUA sobre o mesmo mês do ano passado. O Federal Reserve acompanha atentamente a inflação para avaliar seus próximos passos em seu programa de compra de bônus de US$ 85 bilhões por mês. A meta de inflação anual do Fed é de 2,0%.

Leia também: Vendas no varejo dos EUA crescem 0,6%

Grandes movimentos nos custos da energia e dos alimentos foram um importante fator nos preços ao consumidor de maio. Os preços da energia subiram 0,4% em maio ante abril e caíram 1,0% ante maio do ano passado, enquanto os preços dos alimentos diminuíram 0,1% ante abril. O núcleo do CPI, que exclui energia e alimentos, subiu 0,2% em termos mensais, como previsto, e 1,7% em termos anuais.

Separadamente, o Departamento do Trabalho dos EUA informou que os ganhos semanais ajustados pela inflação recuaram 0,1% em maio, na comparação com abril, refletindo o leve aumento nos preços ao consumidor e os salários estáveis. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.