Tamanho do texto

Valor médio ficou em R$ 383,20 no dia 31 de maio, ante R$ 380,97 no dia 30 de abril

Agência Estado

Dos três grupos de itens analisados, a maior alta ficou com o item Higiene Pessoal, que subiu 1,55%
AE
Dos três grupos de itens analisados, a maior alta ficou com o item Higiene Pessoal, que subiu 1,55%

O preço da cesta básica mensal na cidade de São Paulo subiu 0,59% no mês de maio, apontou a pesquisa do Procon-SP divulgada nesta sexta-feira (14). O valor médio da cesta ficou em R$ 383,20 no dia 31 de maio, ante R$ 380,97 no dia 30 de abril.

Dos 31 produtos pesquisados, 16 registraram alta de preço, 12 passaram a custar menos e três ficaram estáveis. Dos três grupos de itens analisados, a maior alta ficou com o item Higiene Pessoal, que subiu 1,55%. O custo do grupo Alimentação subiu 0,61% e o de Limpeza foi o único cujos preços recuaram, registrando variação negativa de 0,47%.

Os produtos que mostraram maior valorização foram: feijão carioquinha (6,20%), batata (4,93%), extrato de tomate (4,71%), macarrão (4,46%) e leite em pó integral (3,52%). As maiores quedas ficaram com os itens frango resfriado (7,82%), café em pó (4,08%), óleo de soja (3,30%), cebola (2,42%) e açúcar refinado (2,34%).

Veja também: Preço da cesta básica semanal cai 1,48%, segundo Procon-SP

Nos últimos 12 meses, a cesta básica acumula alta de 12,29% com base no dia 31 de maio de 2013. Segundo o Procon-SP, o recorde de preço da Cesta Básica desde o início do Plano Real, em 1994, foi de R$ 387,40, em 27 de fevereiro de 2013.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.