Tamanho do texto

No quadrimestre, os financiamentos imobiliários alcançaram o montante de R$ 28,7 bilhões, volume 22,8% superior ao contratado em igual intervalo de 2012

Agência Estado

Crédito imobiliário cresceu 4,6% em abril em relação a março deste ano
Thinkstock/Getty Images
Crédito imobiliário cresceu 4,6% em abril em relação a março deste ano

O volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis somou R$ 8,3 bilhões em abril, crescimento de 44,3% na comparação com igual período de 2012 e 4,6% em relação a março deste ano, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) nesta quinta-feira, 13. O resultado é o maior de 2013 até o momento e o melhor para os meses de abril da série histórica, iniciada em 1995.

Veja também: Bancos dificultam portabilidade do crédito imobiliário

No quadrimestre, os financiamentos imobiliários alcançaram o montante de R$ 28,7 bilhões, volume 22,8% superior ao contratado em igual intervalo de 2012. Já, no acumulado de 12 meses (entre maio de 2012 e abril de 2013), os empréstimos para aquisição e construção de imóveis, com recursos das cadernetas de poupança, perfizeram R$ 88,1 bilhões, 8,6% a mais do que nos 12 meses precedentes.

Total de imóveis e poupança

Em abril, foram financiadas aquisições e construções de 40,7 mil imóveis, crescimento de 6,6% em relação a março e de 25% na comparação com abril do ano passado. No total do quadrimestre, o número de unidades foi 143,7 mil, 4,3% acima do contratado em igual período do ano passado. Nos últimos 12 meses, até abril, foram financiados 459 mil imóveis, decréscimo de 5,6% em relação ao período anterior.

Veja também: Bancos projetam aumento de 30% no crédito imobiliário

Já os depósitos nas cadernetas de poupança superaram os saques em R$ 1,79 bilhão em abril, o melhor resultado para o mês desde 1995. Nos primeiros quatro meses, a diferença entre depósitos e retiradas foi positiva em R$ 9 bilhões, 160% superior ao montante observado no mesmo período do ano passado (R$ 3,45 bilhões). O saldo dos depósitos de poupança (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) atingiu cerca de R$ 405 bilhões, mostrando elevação de 19% em relação ao saldo de abril do ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.