Tamanho do texto

Em dezembro, Arábia Saudita havia reduzido produção por conta da baixa demanda dos clientes asiáticos

Agência Estado

A Arábia Saudita produziu 9,6 milhões de barris de petróleo por dia em maio, um volume maior que o apurado no mês anterior, disseram neste sábado duas pessoas familiarizadas com a política saudita. O país reduziu a produção em quase 5% em dezembro, em resposta à menor procura - principalmente dos asiáticos -, o maior corte já feito em cerca de três anos. Repetidas vezes, a Arábia Saudita reforçou o seu compromisso em satisfazer as necessidades de seus clientes.

LEIA TAMBÉM:
Arábia Saudita é polo de negócios para micro e pequenos exportadores

Demanda por petróleo volta a aumentar e produção da Arábia Saudita sobe 3% em maio
AP
Demanda por petróleo volta a aumentar e produção da Arábia Saudita sobe 3% em maio

O National Commercial Bank informou em nota que a produção média de petróleo dos sauditas pode cair 400 mil barris por dia em 2013, à medida que o país restringe a oferta para cumprir a meta estipulada pela Opep.

A Arábia Saudita deve produzir, em média, quase 9,5 milhões de barris por dia neste ano, ante 9,92 milhões de barris por dia em 2012, de acordo com o banco.

No mês passado, a Opep manteve o teto para produção de petróleo em 30 milhões de barris por dia, uma medida amplamente esperada. Mas a reunião foi ofuscada por preocupações sobre a crescente ameaça do petróleo de xisto.

A produção norte-americana de petróleo aumentou para o maior nível em 21 anos por causa da descoberta de poços de xisto nas formações rochosas abaixo das planícies do Texas e de Dakota do Norte. Para analistas da Opep, a demanda pelo petróleo do grupo cairá em cerca de 400 mil barris por dia neste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.