Tamanho do texto

Capacidade será expandida de 32,8 milhões de passageiros a 45 milhões ao ano até 2014

Agência Estado

Capacidade do aeroporto será expandida para 45 milhões ao ano para a Copa do Mundo de 2014
Getty Images
Capacidade do aeroporto será expandida para 45 milhões ao ano para a Copa do Mundo de 2014

A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, informou nesta quinta-feira (6) que trabalha para aumentar a capacidade de 30 milhões de passageiros ao ano que o terminal comporta atualmente —já saturada, uma vez que em 2012 o fluxo foi de 32,8 milhões de passageiros—, e que pretende antecipar de 2032 para 2022 as novas obras, que vão fazer com que o aeroporto comporte 60 milhões de passageiros ao ano.

-Veja também: nas mãos da iniciativa privada, metrôs e aeroportos atraem franquias e grifes

Além disso, de acordo com a assessoria de comunicação da concessionária, a capacidade será expandida para 45 milhões ao ano para a Copa do Mundo de 2014. Diretores da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciaram nesta manhã uma vistoria dos aeroportos das cidades-sede da Copa das Confederações: Brasília, Belo Horizonte, Recife, Salvador, Fortaleza e Rio de Janeiro.

A inspeção inclui ainda os aeroportos de São Paulo (Guarulhos e o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas), pois são portas de entrada de turistas e delegações estrangeiras.

O diretor-presidente da Anac, Marcelo Pacheco dos Guaranys, esteve em Guarulhos e disse que os "aeroportos estão preparados". Durante a visita de Guaranys, os jornalistas foram levados para ver as obras do Terminal 3, com previsão de entrega em maio de 2014. O edifício-garagem está pronto, com capacidade para 2.644 vagas.

O número de vagas de estacionamento, que era de 3,9 mil em fevereiro, está hoje em 7,8 mil. A vistoria da Anac faz parte da Operação Especial do órgão para a Copa das Confederações e deve durar até 2 de julho. O objetivo das inspeções é conferir a preparação dos últimos quatro meses para o evento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.