Tamanho do texto

Decisão deve ajudar a aumentar o ingresso de recursos no País e a reduzir a desvalorização do real frente ao dólar

Agência Estado

Ministro da Fazenda, Guido Mantega
Antonio Cruz/ABr
Ministro da Fazenda, Guido Mantega

Já está em vigor a alíquota zero do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incidente sobre a entrada de capital estrangeiro em aplicações de renda fixa, sobretudo em títulos do Tesouro Nacional. Anunciada na terça-feira, pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, a medida foi oficializada nesta quarta-feira (5), por meio de decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU). A alíquota do imposto era de 6%.

Saiba mais:  Governo zera IOF para capital estrangeiro em aplicações de renda fixa

A decisão deve ajudar a aumentar o ingresso de recursos no País e a reduzir a desvalorização do real frente ao dólar, que ganhou força depois que o Federal Reserve (o banco central dos Estados Unidos) sinalizou com a redução da compra de ativos e aumento dos juros em futuro próximo. Esse movimento de alta do dólar é um fator de pressão nos preços que vem alimentando as expectativas inflacionárias. O mercado pressionava o governo há meses para derrubar a alíquota.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.