Tamanho do texto

Projeto envolve investimentos da ordem de R$ 35,6 bilhões, segundo Abifer

Agência Estado

A Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer) espera que ao menos quatro consórcios disputem o leilão do trem de alta velocidade (TAV). A informação é do presidente da Abifer, Vicente Abate.

-Veja também: propostas para trem-bala vão de R$ 74 milhões a R$ 119 milhões

"Esperamos que ao menos quatro consórcios sejam formados e entreguem propostas para participar do leilão do TAV, em 13 de agosto, para que, então, no dia 19 de setembro, possamos conhecer o vencedor", disse, em palestra no "Seminário Mobilidade Sobre Trilhos: Projetos e Obras".

Abate destacou, durante a apresentação, a relevância do TAV, uma vez que o projeto envolve investimentos da ordem de R$ 35,6 bilhões.

Com a função de interligar São Paulo, Rio e Campinas (SP), o trem de alta velocidade é um projeto do governo federal para introduzir no País um sistema de transporte sobre trilhos veloz. O prazo para inicio da operação é junho de 2020.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.