Tamanho do texto

Leguminosa, que não custava mais de R$ 3 o quilo, custa até R$ 12 nos supermercados

Agência Estado

Se os preços altos no supermercado indicam que a inflação está querendo voltar, não culpem o tomate. É o que defende o agricultor Lindomar David, de 33 anos, produtor rural em Ribeirão Branco, no sudoeste paulista, considerada a "capital do tomate" —o município responde sozinho por 20% da produção do Estado.

-Veja também: cantina tira tomate do cardápio em protesto contra preço

Embora a leguminosa, que no ano passado não custava mais que R$ 3 o quilo, já esteja valendo até R$ 12 nos supermercados de São Paulo, ele acha que o preço é justo. "Ano passado vendi tomate a R$ 5 a caixa de 25 quilos para não ter que jogar fora e ninguém tomou minhas dores. Agora, é a nossa vez", disse.

Segundo o técnico agrícola Cléberson de Siqueira Gomes, da Secretaria Municipal de Agricultura, o tomate está caro porque as safras de outras regiões que abastecem São Paulo, principalmente a de Goiás e, em menor escala, do Paraná e Santa Catarina, tiveram grandes perdas em razão das chuvas. "Fora de São Paulo, muito tomate estragou no pé. Aqui, tivemos sorte, pois as chuvas foram mansas."

O tomate está caro porque regiões que abastecem São Paulo tiveram perdas em razão das chuvas
AE
O tomate está caro porque regiões que abastecem São Paulo tiveram perdas em razão das chuvas

Os 600 produtores locais vão colher 3,3 milhões de caixas, mesma produção do ano passado. A diferença é o preço: enquanto em 2012 teve produtor jogando tomate no lixo, este ano até o fruto pequeno ou manchado passou a ter valor comercial. Lindomar cultiva 15 mil pés e está na metade da colheita.

A produção de quatro plantas, suficiente para encher uma caixa, valia ontem (4) R$ 100 na lavoura. Ele já sabe o que vai fazer com o dinheiro da super safra: "Investir na plantação, melhorar o sistema de irrigação, comprar um trator." Lindomar está há 15 anos na atividade e não se lembra de outra safra tão boa. O irmão dele, Leomar, começou a plantar há dois anos e já se deu bem. "O tomate escolhido chega a R$ 120 a caixa", disse.

O dinheiro do legume irriga a economia da cidade de 18.272 habitantes. "Você passa no comércio, vê o lojista feliz como faz tempo não via. Agora, se você vir alguém rindo sozinho, pode saber que é tomateiro", brinca Gomes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.