Tamanho do texto

Presidente dos Estados Unidos se reuniu nesta sexta-feira com líderes congressistas

Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, manifestou esperança nesta sexta-feira de um acordo de última hora para evitar o abismo fiscal no país, uma combinação de aumentos de impostos e cortes de gastos que entra em vigor no início do próximo ano.

Saiba mais: Inércia marca economia global em 2012

Obama, que se reuniu nesta sexta-feira com líderes congressistas para discutir o impasse, criticou o Congresso por deixar o problema sem solução até perto do prazo final.

"A hora para uma ação imediata está aqui", disse a repórteres na Casa Branca."Estou modestamente otimista de que um acordo possa ser alcançado."

O presidente e os parlamentares trabalham contra o prazo de 1 de janeiro para encontrar uma solução a fim de evitar um choque fiscal que os economistas advertem que poderá enfraquecer o crescimento econômico.

Leia também:

Ouro foi a melhor aplicação do ano, enquanto dólar registrou alta de 9,42%

Conte com a tecnologia para monitorar suas finanças

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.