Tamanho do texto

Com velocidade de 300 km/h, tempo de viagem de 2.298 km foi reduzido de 20 para 8 horas

China inaugurou suas primeiras linhas de trem-bala em 2007, e em 2010 já tinha a maior rede do mundo
BBC
China inaugurou suas primeiras linhas de trem-bala em 2007, e em 2010 já tinha a maior rede do mundo

A China inaugurou nesta quarta-feira a linha de trem-bala mais longa do mundo, ligando a capital, Pequim, no nordeste do país, à cidade de Guangzhou, no sudeste.

- Veja também: trem-bala poderá ligar SP, Brasília e BH

Com uma velocidade de 300 quilômetros por hora, o tempo de viagem no trajeto de 2.298 quilômetros foi reduzido de 20 horas para 8 horas.

A primeira composição da nova linha deixou Pequim às 9h desta quarta-feira.

Segundo as autoridades chinesas, a nova linha, que já tinha alguns trechos em operação, é "uma das mais avançadas tecnicamente do mundo".

A inauguração foi marcada para este dia 26 de dezembro para aproveitar as comemorações pelo aniversário de nascimento do ex-líder chinês Mao Tsé-Tung.

A China inaugurou suas primeiras linhas de trem-bala em 2007, e em 2010 já tinha a maior rede do mundo.

Polêmicas

Mas a expansão rápida da rede também vem sendo marcada por polêmicas.

Em julho do ano passado, uma colisão entre trens rápidos em Wenzhou provocou a morte de 40 pessoas e deixou quase 200 feridos.

O acidente provocou protestos populares, acusando as autoridades de colocar o desenvolvimento e o lucro acima da segurança dos passageiros.

O sistema de trens chinês também é alvo de denúncias de corrupção.

As autoridades esperam que a nova linha ajude a recuperar um pouco do prestígio e da reputação de um dos carros-chefe do desenvolvimento do país nos últimos anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.