Tamanho do texto

Banco central também elevou previsão de crescimento da economia para 3,8% pelo início, no segundo semestre, da produção de gás natural em poço na costa mediterrânea do país

Reuters

O Banco de Israel reduziu sua taxa de juros para 1,75% nesta segunda-feira, aproveitando um ambiente de inflação baixa para dar estímulo à economia.

O banco central também elevou sua previsão de crescimento da economia para 3,8% no próximo ano ante a projeção anterior de 3% devido ao início previsto da produção de gás natural em um poço grande na costa mediterrânea de Israel no segundo semestre.

Para 2012, a autoridade monetária de Israel estima expansão de 3,3%.

LeiaDemissões em julho deixam Israel mais perto de crise

"No contexto da necessidade de fornecer apoio adicional para a atividade econômica e a ausência de pressões inflacionárias neste momento, o comitê (de política monetária) decidiu reduzir a taxa de juros em 0,25%", disse o BC de Israel por meio de comunicado.

A inflação diminuiu em Israel para uma taxa anual de 1,4% em novembro, ante 1,8% em outubro, permanecendo dentro da meta do governo entre 1% e 3%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.