Tamanho do texto

Hidrelétrica chega a 94,6 milhões de MWh nesta terça-feira e supera marca de 2008

Itaipu (foto) trava batalha com a chinesa Três Gargantas para terminar 2012 como maior geradora mundial
Divulgação
Itaipu (foto) trava batalha com a chinesa Três Gargantas para terminar 2012 como maior geradora mundial

No início da tarde desta terça-feira, a usina binacional de Itaipu estabeleceu um novo recorde anual de geração de energia, que pertencia à própria hidrelétrica. A marca anterior havia sido atingida em 2008, quando a usina gerou 94.684.781 de megawatts-hora (MWh). A hidrelétrica deve fechar o ano com produção acima de 97 milhões de MWh.

Em 2012, Itaipu trava uma disputa com a usina de Três Gargantas, na China, pelo recorde mundial de geração anual. Com 32 unidades geradoras de 700 MW cada uma, Três Gargantas tem uma potência instalada de 22,4 mil MW. Itaipu tem 20 unidades geradoras e uma potência instalada de 14 mil MW. 

- Veja também: Brasil e Paraguai travam disputa sobre preço da energia na binacional

No ano passado, a chinesa produziu 78,2 milhões de MWh ante 92,2 milhões de MWh da binacional. Mas Três Gargantas começou a operar em plena carga somente em 2012 e, neste ano, superou a geração da binacional em alguns momentos. Só no final de dezembro será possível afirmar qual das duas será a líder mundial de geração de energia em 2012.

A quantidade de energia produzida em Itaipu neste ano seria suficiente para atender o consumo do mundo inteiro por dois dias; da América Latina (exceto o Brasil) por 80 dias; do Brasil por 81 dias; da Argentina por dez meses; e do Paraguai por oito anos e oito meses.

Apesar da estiagem no Brasil, o regime de chuvas na Bacia do Rio Paraná, ao longo do ano, foi bem comportado, com afluência média de 11.250 metros cúbicos por segundo. Foi a quinta melhor afluência dos últimos 13 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.