Tamanho do texto

"Estávamos numa situação muito diferenciada, crescendo muito pouco. Chegamos a 0,6% e é muito significativo se você comparar as taxas trimestrais", disse a presidenta

Agência Estado

Ao contrário das fortes críticas dos economistas, a presidente Dilma Rousseff avaliou nesta terça-feira o crescimento de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre como "muito significativo".

- Só 4% de empresários apontam PIB acima de 4% em 2013

"Estávamos numa situação muito diferenciada, crescendo muito pouco. Chegamos a 0,6% e é muito significativo se você comparar as taxas trimestrais", disse em entrevista coletiva no Palácio Eliseu durante visita de Estado à França.

Presidenta Dilma e François Hollande, presidente da França, durante participação no
Roberto Stuckert Filho/PR
Presidenta Dilma e François Hollande, presidente da França, durante participação no " Fórum pelo progresso social: o crescimento como saída da crise"

"É verdade que nós tivemos uma desaceleração da metade do ano passado. E ela foi intensa no fim de 2011 e início de 2012. Agora, começamos a reagir", disse. A presidente Dilma comentou que a economia sai da crise atualmente de uma "forma mais lenta que se saía em 2008 e 2009". Segundo ela, a rodada anterior da crise - logo após a quebra do banco Lehman Brothers - foi "aguda". "Agora, a crise é crônica", argumentou.

- Pesquisa aponta brasileiros menos eufóricos com rumos do país


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.