Tamanho do texto

Entre janeiro e novembro de 2012, apenas Goiânia contou com queda acumulada de 3,56% no preço médio da cesta básica

Agência Estado

O valor médio da cesta básica caiu em novembro, na comparação com outubro, em 13 das 17 capitais brasileiras pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Segundo a Pesquisa Nacional de Cesta Básica, divulgada nesta quarta-feira pela instituição, as maiores quedas foram verificadas no Rio de Janeiro (-7,88%), Porto Alegre (-6,18%) e Goiânia (-5,26%).

As altas no mês foram observadas em João Pessoa (1,02%), Belém (0,61%), Vitória (0,50%) e Florianópolis (0,31%). Em São Paulo, Belo Horizonte e Brasília, o conjunto de produtos alimentícios essenciais apresentou baixas de 3,94%, 2,68% e 1,73%, respectivamente.

Entre janeiro e novembro de 2012, apenas Goiânia contou com queda acumulada, de 3,56%, no preço médio da cesta básica. Nas outras localidades, os aumentos ficaram dentro de um intervalo de 3,50% (Rio de Janeiro) a 16,04% (Natal).

Além da capital do Rio Grande do Norte, João Pessoa (15,25%) e Recife (14,84%) tiveram avanços de preços significativos no acumulado dos primeiros onze meses do ano. Em São Paulo, a cesta teve alta de 7,93% no mesmo período de comparação, enquanto Brasília e Belo Horizonte contaram com variações positivas acumuladas de 7,65% e de 7,12%, respectivamente.

No acumulado dos últimos 12 meses até novembro de 2012, o custo médio da cesta básica aumentou em todas as 17 capitais pesquisadas, com destaque para Natal (19,63%), João Pessoa (18,71%) e Fortaleza (18,46%).

As menores elevações foram verificadas em Goiânia (1,82%), Porto Alegre (2,57%) e Rio de Janeiro (3,98%). As cestas de Belo Horizonte, São Paulo e Brasília apresentaram altas acumuladas de 10,18%, de 8,31% e de 7,11%, respectivamente.

O Dieese realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica nas cidades de Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Vitória.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.