Tamanho do texto

Segundo o coordenador do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), Paulo Picchetti, os grupos de Alimentação, Vestuário e Seviços levarão a essa variação

Agência Estado

O coordenador do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), Paulo Picchetti, previu nesta segunda-feira taxa de inflação de 0,50% para dezembro. Se confirmada a previsão, o índice ficará 0,05 ponto porcentual acima do registrado em novembro, de 0,45%.

De acordo com o coordenador, o que deverá levar o IPC-S a essa variação são os grupos Alimentação, Vestuário e Serviços. "A perspectiva para o grupo Alimentação não é boa. Além disso, esta é uma época de pressão para o setor de serviços", disse, lembrando que só em 2007 a inflação de serviços chegou ao final do ano acumulada em menos de 10%. "Mais recentemente, está em torno de 15% por causa do aquecimento do mercado de trabalho", complementou.

Veja também:  Inflação medida pelo IPC-S desacelera para 0,45% em novembro, aponta FGV

Sobre Alimentação, Picchetti observou que o consumo vem crescendo acima da capacidade de oferta. "Isso é preocupante. São itens que pesam muito no cálculo da inflação, principalmente para o consumidor de baixa renda", disse. O coordenador também fez uma ligeira revisão na estimativa de IPC-S no fechamento de 2012, de 5,4% para 5,5%, sem descartar até mesmo uma taxa de 5,6%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.