Tamanho do texto

De acordo com o ministro da Fazenda, no período de outubro a dezembro o PIB deve manter o mesmo ritmo e avançar de 1,1%

Agência Estado

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou na manhã desta sexta-feira, na 32ª Reunião do Fórum Nacional da Indústria, realizada em São Paulo, que a situação internacional não deve melhorar em 2013, apesar da perspectiva de que a economia americana melhore no próximo ano. O ministro lembrou que a economia europeia está em recessão, o que aponta para o fechamento do mercado europeu para o País.

IBGE suspende divulgação de dados anuais do PIB

Mantega previu, no entanto, que a economia brasileira deve ter crescimento de 1,2% no terceiro trimestre de 2012 e de 1,1% no quatro trimestre deste ano, com crescimento anualizado ao fim do ano de 4,5%. "Esperamos que 2013 comece com crescimento de pelo menos 1,7% e trabalhamos para crescer em torno de 4% em todo o ano", disse o ministro.

Pesquisa

Ele afirmou também ter ficado contente com a pesquisa de confiança da Confederação Nacional da Indústria (CNI) - organizadora do Fórum -, que apontou uma predisposição para o investimento dos empresários no País, segundo ele. O índice da CNI ficou em 58,4 pontos, conforme pesquisa divulgada nesta quinta-feira (22) - acima de 50 pontos sinaliza a perspectiva de investimentos.

O ministro lembrou que, em momentos de crise internacional, como agora, a confiança da indústria retrai e os empresários não investem. "Mas aqui estamos conseguindo a confiança em todos os setores. Por isso, fiquei satisfeito com o resultado da pesquisa", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.