Tamanho do texto

País chegou a 259,29 milhões de linhas ativas em outubro, segundo dados da Anatel

Brasília, unidade com maior teledensidade, tem mais de dois celulares por pessoa
Getty Images
Brasília, unidade com maior teledensidade, tem mais de dois celulares por pessoa

O Brasil atingiu o número de 259,29 milhões de linhas ativas de celulares em outubro, segundo dados da Anatel, agência reguladora do setor. Houve mais de 436 mil novas habilitações no mês, elevando a chamada teledensidade para 131,7 celulares para cada grupo de 100 habitantes. 

- Mais: três meses após punição, reclamações da telefonia móvel não caem

Os dados de outubro mostram que existem 209,88 milhões de celulares pré-pagos (80,94% da base) e 49,41 milhões pós-pagos (19,05%). Os terminais 3G (banda larga móvel) totalizaram 59,01 milhões de acessos.

De acordo com a Anatel, o Distrito Federal é a unidade federativa com maior teledensidade, de 219,9 celulares por 100 habitantes, ou seja, mais de dois celulares por pessoa. São Paulo é o segundo da lista, com índice de 150,7 celulares por morador.

- Mais: Oi e Claro lideram adição de linhas em outubro

A Vivo é a líder do mercado de telefonia móvel, com 29,42% de participação, seguida pela TIM (26,79%), Claro (24,65%) e Oi (18,83%).

Os relatórios, que foram publicados hoje, refletem os dados disponíveis em 19 de novembro de 2012 e podem sofrer alterações, segundo a Anatel.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.