Tamanho do texto

O empresário Samir Jubran, dono do Grupo Jubran, estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, e faleceu em decorrência de problemas renais

Agência Estado

O empresário Samir Jubran, de 77 anos, considerado um dos maiores pecuaristas brasileiros, faleceu neste sábado, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde estava internado, em decorrência de problemas renais. Dono do Grupo Jubran, que engloba a Agropecuária Jubran, vinha se destacando pela integração total da pecuária com a agricultura, produzindo em sistema de rotatividade soja, milho e carne em suas fazendas que somam mais de 300 mil hectares nos Estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais.

Nesse sistema, o criador que já foi considerado um dos "reis do gado" do Brasil, vinha produzindo cerca de 30 mil cabeças por ano, utilizando para cruzamento as raças zebuínas nelore e guzerá. Jubran dizia que a diversificação das atividades era a saída para o pecuarista tradicional por agregar valor à produção por hectare.

Ele ainda destinava grandes áreas para a produção de cana-de-açúcar e produção de celulose a partir das florestas de eucalipto. O sepultamento do empresário estava marcado para o fim da tarde de sábado no Cemitério Gethsemani, no Morumbi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.