Tamanho do texto

No acumulado do ano, o indicador avançou 15,3%, ante o período de janeiro a outubro de 2011

Agência Estado

O Indicador de Inadimplência do Consumidor, divulgado nesta terça-feira pela Serasa Experian, cresceu 5% em outubro, primeira alta mensal após uma série de quatro recuos consecutivos no período de junho a setembro. Em relação a outubro de 2011, a inadimplência registrou aumento de 15,3%. No acumulado do ano, o indicador também subiu 15,3%, ante o período de janeiro a outubro de 2011.

Por meio de nota, os economistas da empresa afirmam que a alta de outubro revela que o consumidor ainda encontra dificuldades em quitar dívidas, apesar do baixo desemprego no País e dos ganhos reais de rendimento.

Os protestos e os cheques sem fundos puxaram a alta do indicador em outubro, com variações mensais positivas de 51,8% e 19,7%, respectivamente. As dívidas não honradas com bancos apresentaram alta de 3,5% e a inadimplência não bancária (cartões de crédito, financeiras, lojas e prestadoras de serviços públicos) cresceu 2,2%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.