Tamanho do texto

Senador disse que o aumento das receitas fiscais por meio dos americanos mais ricos seria parte do plano, mas ressaltou ser importante fechar brechas em lugar de aumentar impostos

O senador republicano Bob Corker expressou confiança no domingo de que os legisladores norte-americanos possam forjar um acordo sobre o "abismo fiscal", no final de ano, enquanto um assessor do presidente Barack Obama sinalizou a intenção de negociar o aumento das taxas de imposto para os ricos.

Em um programa de TV, o senador disse que o aumento das receitas fiscais por meio dos norte-americanos mais ricos seria parte do plano, mas ressaltou ser importante fechar brechas em lugar de aumentar as taxas de imposto como muitos democratas são a favor, desde que os gastos do Estado também sejam abordados.

TambémObama pede imediata extensão de corte de impostos à classe média

"Estou otimista", disse Corker ao programa Fox News Sunday.

Obama convidou os líderes do Congresso para uma reunião na Casa Branca na sexta-feira para discutir a questão. A menos que o Congresso dos EUA intervenha, US$ 600 bilhões em aumentos de impostos e cortes de gastos federais entrarão em vigor no final do ano, com um impacto potencialmente devastador para a economia.

Mais : Obama insiste que ricos deverão pagar mais impostos para baixar déficit

A administração Obama e os líderes do Congresso estão tentando negociar um acordo para evitar o que vem sendo chamado de "abismo fiscal". Eles pretendem trabalhar em um pacote de redução do déficit na próxima sessão do Congresso que começa em janeiro.

O assessor de Obama, David Axelrod, perguntou se era possível aumentar a receita suficiente para frear o déficit sem aumentar a taxa de imposto e elogiou as observações do presidente da Câmara, John Boehner, principal republicano no Congresso, sobre o necessidade de enfrentar o problema.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.