Tamanho do texto

O projeto cria a pasta, e os cargos de ministro e secretário-executivo, além de mais de 60 cargos comissionados, com impacto previsto de R$ 7,9 milhões ao ano

Reuters

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o projeto que cria a Secretaria da Micro e Pequena Empresa, que terá status de ministério.

A proposta ainda precisa passar pelo Senado para então ser encaminhada à sanção presidencial.

O projeto cria a pasta, e os cargos de ministro e secretário-executivo, além de mais de 60 cargos comissionados. O governo calcula, no texto enviado ao Congresso, que a criação dos cargos terá o impacto orçamentário anual de R$ 7,9 milhões.

A aprovação da proposta abre mais uma opção para a presidenta Dilma Rousseff acomodar os partidos que compõem a sua base e atrair novos aliados.

A nova pasta, que atuará na coordenação e articulação de políticas e programas para empresas irá incorporar algumas funções dos ministérios do Trabalho e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior que estavam relacionadas às empresas de pequeno porte.

O ministro a chefiar a secretaria terá assento no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.