Tamanho do texto

Ativos de 11 bancos foram comprados durante o programa de ajuda a instituições financeiras na crise de 2008

Agência Estado

O Departamento do Tesouro norte-americano informou que espera receber US$ 67 milhões com a venda de ações de 11 bancos, adquiridas durante o programa de ajuda as instituições financeiras na crise de 2008. O Tesouro tem acelerado a venda de tais posições desde a primavera no Hemisfério Norte. Quase quatro anos após o lançamento do Programa de Alívio para Ativos Problemáticos (Tarp), o governo federal possui ações de mais de 200 bancos.

"Estamos nos desfazendo dos investimentos remanescentes de modo a fortalecer nossa comunidade bancária e substituir nosso suporte temporário por capital privado", disse o assistente da secretaria do Tesouro para estabilidade financeira, Tim Massad, em nota.

No total, o Tarp rendeu ao governo US$ 22 bilhões, de um investimento inicial de US$ 245 bilhões. Direcionado ao resgate também dos setores imobiliário, automobilístico e de seguros, acredita-se que acabará impondo custos aos contribuintes. Mas esse custo deve ficar muito abaixo do inicialmente projetado.

O escritório de orçamento do Congresso estima que a conta final a ser apresentada aos contribuintes ficará em US$ 24 bilhões, abaixo da estimativa de US$ 32 bilhões divulgada anteriormente. O custo mais baixo é resultante, em grande parte, de um aumento no valor de mercado dos investimentos do governo na seguradora American Internacional Group (AIG). As informações são da Dow Jones.