Tamanho do texto

Resultado mensal é o pior desde janeiro passado, quando a contração foi de 1,8%

Reuters

A produção industrial brasileira caiu 1% em setembro frente a agosto, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira. Trata-se do pior resultado mensal desde janeiro passado, quando a contração foi de 1,8%.

Na comparação com setembro de 2011, a produção diminuiu 3,8%, o pior desempenho desde junho, quando a queda foi de 5,6%.

Assim, o índice do setor industrial para o fechamento do terceiro trimestre de 2012 (-2,8%) foi negativo no confronto com igual período do ano anterior, mas ficou 1% acima do nível verificado no segundo trimestre, na série com ajuste sazonal.

O acumulado em 2012 registrou queda de -3,5%. A taxa anualizada, indicador acumulado nos últimos doze meses, ao recuar 3,1% em setembro de 2012, prosseguiu com a trajetória descendente iniciada em outubro de 2010 (11,8%), e assinalou o resultado negativo mais intenso desde janeiro de 2010 (-5%).

De acordo com pesquisa da Reuters junto a 35 analistas, a expectativa era de que a produção industrial recuasse 0,5% em setembro ante agosto. As estimativas variaram de alta de 0,1% a queda de 1,6%.

Na comparação anual, a expectativa era de queda de 3,4 por cento de acordo com a mediana de 31 projeções, sendo que elas variaram de quedas de 1% a 4,3%. (Com Reuters)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.