Tamanho do texto

Os gastos com construção avançaram 0,6 %, para uma taxa anual de US$851,6 bilhões, informou o Departamento do Comércio americano

Reuters

Os gastos com construção nos Estados Unidos subiram em setembro no ritmo mais forte em três meses, uma vez que gastos mais fortes em residências compensaram as quedas em projetos empresariais e do governo.

Os gastos com construção avançaram 0,6 por cento, para uma taxa anual de 851,6 bilhões de dólares, informou o Departamento do Comércio nesta quinta-feira. O resultado ficou em linha com as estimativas de analistas em pesquisa da Reuters.

Os gastos de agosto foram revisados para uma queda de 0,1 por cento.

A expectativa é que a construção de moradias favoreça o crescimento econômico neste ano pela primeira vez desde 2005, embora o setor imobiliário permaneça aquém do que era antes do estouro da bolha imobiliária, que alimentou a recessão de 2007-09.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.