Tamanho do texto

Nos primeiros nove meses do ano, o país acumulou um superávit de 1,7% do PIB; déficit foi atribuído à queda na receita fiscal devido à redução nos preços internacionais do cobre

Agência Estado

O Chile apresentou um déficit fiscal equivalente a 0,3% do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre, anunciou hoje a diretora de orçamento Rosanna Costa. Nos primeiros nove meses do ano, no entanto, o país acumulou um superávit de 1,7% do PIB, segundo a diretora. O déficit trimestral foi atribuído à queda na receita fiscal por causa da redução nos preços internacionais do cobre.

TambémChile quer evitar novas barreiras comerciais com o Brasil durante a crise

O Chile é responsável por um terço da produção mundial de cobre e as vendas do metal pelo governo e impostos pagos pelo setor privado representam cerca de 20% da receita fiscal. O orçamento chileno é baseado na regra do superávit estrutural, em vigor desde 2000, que leva em consideração os preços do cobre no longo prazo e tendências da taxa de crescimento.

A regra é considerada responsável pela estabilidade econômica do Chile. Em 2011, o país andino teve um superávit fiscal de 1,4% do PIB e a expectativa para este ano é que seja registrado um déficit de 0,2%. As informações são da Dow Jones.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.