Tamanho do texto

Terceira maior siderúrgica brasileira prevê altas nas vendas puxada pela demanda interna

Reuters

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) espera vender 5,2 milhões de toneladas de aço plano no próximo ano, auxiliada por um sólido crescimento da demanda interna, disse nesta segunda-feira à Reuters o diretor comercial da empresa, Luis Fernando Martínez.

Além disso, a CSN, terceira maior siderúrgica do Brasil, prevê comercialização de 1 milhão de toneladas de produtos longos, após a incorporação de uma unidade adquirida recentemente na Alemanha.

"Nossa previsão de crescimento para o mercado brasileiro é de por volta de 8% para o ano que vem", disse Martínez em conferência da indústria em Santiago, no Chile.

As vendas da companhia subiriam em torno de 10%, auxiliadas pelo aporte de produtos longos, acrescentou.

Os custos caíriam cerca de 2 a 3% no próximo ano em relação a 2012, afirmou o executivo.

(Por Felipe Iturrieta e Anthony Esposito)

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.